quinta-feira, 30 de Agosto de 2012

«Vai e Vem» inicia a 15 de setembro os horários de inverno


A Câmara Municipal de Portimão anunciou a entrada em vigor, a partir de 15 de setembro, dos horários de inverno do circuito de transporte urbano «Vai e Vem», definidos para garantir a entrada e saída dos alunos nas escolas ao longo do próximo ano letivo.

Por motivos de ajustamento da procura à oferta verificada, e perante a atual necessidade em otimizar os custos de operação do serviço, será alterado o percurso e a frequência nas linhas com menor procura ao fim-de-semana, em particular nas linhas L1, L3, L4, L7, L8, L9, L10, L11, L12, L13, L14, L16 e L17.

Assim, a linha L3 passa a funcionar apenas de segunda-feira a sábado de manhã (última partida às 14:15 horas de sábado), sendo a alternativa a linha L9; nas linhas L12 e L13 é suprimido o serviço aos domingos e feriados; nas linhas L11, L14, L16 e L17 é suprimido o serviço ao sábado, domingo e feriados; e nas linhas L1, L7, L9 e L10, a frequência é reduzida ao fim-de-semana.

A linha 15, desativada no período de verão, volta a operar de segunda a sexta-feira, não estabelecendo ligação ao sábado, domingo e feriados, conforme já acontecia antes do horário de verão, sendo que em alternativa os clientes da Mexilhoeira Grande e do Rasmalho são servidos pela rede de transporte interurbano da Frota Azul, respetivamente pelas linhas Lagos-Portimão e Monchique-Portimão, ao mesmo tempo que a ligação à Companheira será garantida em alguns horários pela L5, e a L8 retoma o percurso Hospital-Praia de Alvor.

A L4, no sentido Escola Secundaria Poeta António Aleixo-Alfarrobeiras, é prolongada à Aldeia das Alfarrobeiras em mais dois horários diários (10:02 e 19:37), de segunda a sexta-feira.

Por outro lado, entrará em vigor no dia 1 de outubro um novo tarifário e zonamento, passando a existir apenas o tarifário de uma zona, o que beneficiará os clientes que atualmente utilizam o tarifário de duas zonas.

Adicionalmente, é alterada a tarifa social de 50% para 40% para os clientes com a assinatura estudante, idoso (mais de 65 anos) e portadores de mobilidade reduzida.

Todas estas alterações já se encontram disponíveis para consulta no sítio da autarquia (www.cm-portimao.pt), assim como a informação relativa aos horários e percursos das linhas que entram em vigor a 15 de setembro, além dos horários e linhas que servem os alunos e respetivas escolas. Na primeira semana de setembro, estarão disponíveis os horários em suporte papel em vários pontos de venda no concelho.

O «Vai e Vem» tem atualmente 17 linhas, 565 paragens, percorre todas as freguesias do concelho numa extensão de 160 km e no primeiro semestre deste ano transportou cerca de um milhão de passageiros.

Fonte: Diário Online Algarve


2 comentários:

  1. Ora bem, o "Vai e Vem" presta um serviço precioso à população. Há muito que a cidade carecia de transportes urbanos. O "Vai e Vem" tem 17 linhas e para ser "melhor" entendido, cada linha tem sua cor. Pessoalmente, a mim, isso não me ajuda muito. O que importa é haver informação fácil de consultar (e com letras maiores) para se saber qual o percurso e qual a linha de que cada um precisa. Acontece, é que nas paragens dos "vaivens" o cidadão ter de perguntar aos outros estas informações. Aqueles esquemas que estão nas paragens dos "vaivens" com linhas paralelas de várias cores, que se dividem e depois voltam a juntar-se noutro ângulo, onde aparece outra linha e de outra cor vinda de não se sabe de onde... aquilo será um percurso do "Vai e Vem"? Quem olha para aquilo, a bem dizer fica na mesma, senão, com dúvidas. Na minha opinião, seria mais proveitoso colocar nas paragens dos "vaivens" pequenos mapas com as ruas e o percurso de cada "vaivem", mas atenção, as 17 linhas não passam em simultâneo pelas 565 paragens ao mesmo tempo, portanto, esses mapas, poderiam ser colocados, digamos, nas paragens principais; nas paragens intermédias, quem espera o "vaivem" já será o cidadão que conhece o percurso. O que lhes parece o meu ponto de vista?

    ResponderEliminar
  2. Os "Vai e Vem" tiveram recentemente uma alteração inovadora, que foi assim: passam pela Rua das "Hortas" (antiga Cerca do Colégio) e... não tem abrigos, nem assentos, nem horários; tem apenas os números das linhas do "Vai e Vem" pintados no alcatrão no sítio onde eles param. Quanto aos assentos... sempre vão aparecendo, uma cadeirita de plástico que alguém deitou pró lixo, ou, quiçá, "desviada" de uma esplanada, um tijolito qualquer, uma latita (20L) que já foi de tinta ou um amontoado de pedras... desde que sirva para assentar o "sim senhor" é melhor do que estar em pé. Quanto aos abrigos... é esperar que as arvorezitas crescam para fazerem sombra... no próximo verão! Durante o inverno, como será?

    ResponderEliminar